Publicidade
Notícias
Economía
Cultura
Instituições e Empresas
Personagems
Links
Editorial
Documentos
Cronologías


Foros de Debate



Participe no fórum e dê a sua opinião. A opinião da Direcção está expressa na linha editorial.

Os participantes do fórum podem exprimir as suas ideias pessoais que não tem necessariamente que concedir com os temas de Guine-Bissau.com.

Dê a sua opinião sobre a actualidade nacional e internacional no fórum.
Economía  |  Política  |  Desporto  |  Religião  |  História  |  Sociedade

Ultimo Comentario: 24/11/2005 0:39:30 12 comentarios
Tema: O PASSADO RECENTE
Manobras dum homem aparentemente perigoso
Que argumentacao tao fraca e inaceitavel,e sta do senhor Pinto Pereira que certamente e uma pessoa desconhecida dos Guineenses tanto dentro como fora da Guine. E pena quando uma pessoa nao consegue entender o que significa o virar das paginas. Com isso quero dizer que: O KUMBA YALAISMO sao aguas passadas. Aguas de bacalhau. E ainda mais: O balantismo jamais cabera na nossa sociedade. A sociedade Guineense nao comeca e nem acaba so em BALANTISMO, ALINHAMENTOS ETNICOS, E BADJA KUSSUNDE. Juro-lhe senhor compatriota, que o Kumba Yala(ismo) jamais pora os seus pes no podium politico guineense como presidente da Republica. Isso pode crer, Senhor Pinto Pereira. Espero que nao seja o Sr. Pinto Pereira de Pipi Pereira. Esse pelo menos sabe separar o milho do sojo. UM ABRACO A TODOS OS GUINEENSES. E QUE VIVA A GUINE-BISSAU
Indice de Debates    A sua opinião    Proponha um debate
John   USA   Guinea-Bissau   24/11/2005 0:39:30
Jorge Bacelar Gouveia constituicionalista Salazarista
Custa-me acreditar como e'que o sr.Jorge tem caras de dizer o que disse numa tv. publica? Sabia que a Guine-Bissau e' um pai's soberano e que esta' munido de Juristas altamente competentes? Faz me esse favor: Preocupe-se com o pai's da sua origem e tire o seu nariz nos assuntos internos da Guine-Bissau. Depois de arrecadar milhares e milhares de euros pagos pelo nucleo NINO e ainda anda a dar conselhos sobre o sistema politico que a Guine deve seguir..."Presidencial"!
Anonimo   Boston UK   Guinea-Bissau   10/11/2005 15:37:31
Ajuste de contas!
Depois de tantos roubos arbitrarias no ciclo eleitoral agora e'a vez de "AJUSTE DE CONTAS"!Sera' que a Guine'precisa ver mais uma vez as calamidades dos anos 1980? Custa-me acreditar como e' que Matcho Garande escapou apos o golpe de estado? Foi o pior erro!
Anonino   London   Guinea-Bissau   04/11/2005 11:54:59
O plano "H" em curso!
There you go mister Helder! O plano "H" ou melhor Horror esta' esta'-se revelando!For God's sake tenha a coragem de vir aqui expliicar o poder constituicional que o seu chefe teve para nomear um novo executivo ! Mantenhas
Unknown   USA..Florida   Guinea-Bissau   10/10/2005 2:47:32
Poluindo o rio Geba
Houve sr.Helder..Vc falou de planos e planos sem logicas! Agora vamos falar sobre a fragata militar que propositadamente violou e contaminou o rio Geba..Tecnicamente falando uma fragata militar afundada, o indice poluente e' de uma enorme capacidade. Em cada gallon ou melhor 3litros + de gasolina o radius de contaminacao e' de 1/100 milhas ou melhor 1 litro de gasolina da' para contaminar ate' a ilha dos passaros..O sr.Helder que e'um defensor do NINO que venha explicar neste forum quem e'que autorizou a uma fragata militar da Guine-Conakry navegando no rio Geba sem qualquer conhecimento das autoridades portuarias locais.
Rebelde   Kent..UK   Guinea-Bissau   30/09/2005 0:30:22
You gotta be out of your mind buddy!
Planos e planos! 20 anos governando a nossa rica Guine' cheio de recursos e ainda tenta-nos enganar? Vamos ate' a Cabo-Verde!!!! Vergonha mister Helder! Vergonha e mais vergonha..! Ja' teve em Cabo-Verde? How about you and your boss getting checked by a doctor? Vcs precisam disso! Shit!
Anonimo   USA   Guinea-Bissau   27/09/2005 15:23:25
Estamos fartos!
Durante a era do conhecido homem de guerra (CABI )vc Helder era um dos internos verdade? Ja' que estamos a falar de planos A, B,C, etc,etc seria justa esclacer neste forum os planos elaborados pelo (nucleo Cabi)antes e depois do sanguenario Golp de Estado de 1984..Estou certo que vc sabe bem desses planos( abo's ku djunta cabaz) One more: Fale -nos sobre o futuro plano..Vamos todos comer ou......?! ou simplesmente...Mesma cantiga?
Unknown   USA   Guinea-Bissau   26/09/2005 23:23:17
E qual sera' o plano " H " mister Helder?
E' lucido que o nosso conhecido Nino ja'tem um plano bem elaborado right? Sera'que o plano "H" significa horror? Oh c'mon Helder ja' estamos fartos dos "da'ca'toma la"! O Nino mais os seus directos " You can call it History'" Ele jamais dara'paz merecedora ao nosso povo. Simplesmente dara' continuidade as barbaridades cometidos por ele mais os cumplices durante 20 anos Mantenhas
Helder Proença   bISSAU   Guinea-Bissau   08/08/2005 12:46:09
AS FASES DE UM PLANO MAQUIAVÉLICO
O IMPASSE ELEITORAL OU AS DIVERSAS FASES DE UM PLANO MAQUIAVÉLICO? É preciso estar atento às manipulações. Lembre-se que foi Carlos Gomes quem disse em Cabo Verde que tudo faria para que Nino nunca mais assumisse o poder na Guiné-Bissau. Pelos vistos, está pelo menos a tentar faze-lo, vendo-se claramente que tem um plano gizado em várias fases, as quais podíamos assim sistematizar: PLANO A: 1ª Fase – Tentar garantir na Presidência uma pessoa que lhe é submissa. Obs.: tentou colocar Henrique Rosa, mas falhou, pois este não podia candidatar-se, apesar até de ter começado a fazer campanha, ainda no exercício de funções de Presidente Interino; PLANO B: Candidatar-se à Presidência da República e garantir, sob sua alçada, na qualidade de Presidente do PAIGC, que um seu “delfim”, assumisse as funções de Primeiro-Ministro; Obs.: tentou candidatar-se, mas foi fortemente criticado e inclusive desautorizado pela comunidade internacional, pelo que acciona o plano seguinte; PLANO C: Impedir no seio do PAIGC que a escolha dos oito candidatos do Partido lhe fuja ao controle; Apostar naquele que potencialmente tem mais chances, mas compromete-lo previamente de forma a garantir a sua fidelidade à linha política por ele delineada. Obs.: Conseguiu-o facilmente. Malam Bacai Sanhá aceitou o jogo de Carlos Gomes em troca de uma manobra que o teria poupado a confrontos eleitorais internos dentro do PAIGC numa espécie de preliminares fartas vezes anunciadas, mas boicotado na última hora pelo Presidente do PAIGC que resolveu agendar a decisão para o Bereau Político do PAIGC, não sem antes ter "comprado" a maioria dos elementos desse órgão; Nessa altura, como não era conhecido a intenção de Nino Viera de candidatar-se, a notícia apanhou de surpresa Carlos Gomes, na medida em que se soubesse previamente que Nino Vieira seria candidato, accionaria de imediato o plano B e jamais teria avalizado a candidatura de Malam Bacai Sanhá; PLANO D: - Procurar por todas as formas inviabilizar as candidaturas de Nino Vieira e Kumbá Yalá, directos e potenciais candidatos a não menosprezar; - Procurar entendimentos junto as Forças Armadas para inviabilizar uma eventual candidatura de Nino Vieira e accionar a interdição de este entrar no país; - Garantir apoios em homens e material bélico (nomeadamente junto a Angola) para uma eventual necessidade de confrontação militar; - Desenvolver esforços diplomáticos junto de Portugal a fim de dissuadir Nino Vieira da sua intenção de regressar ao país; Obs.: Todas as partes constantes desse plano falharam, excepto as movimentações de busca de apoios junto de certos elementos das Forças Armadas e a insistência junto de autoridades de certos países no sentido de estes fornecerem meios bélicos, concretizando-se já, que se saiba, dois ou três descarregamentos clandestinos de armamento em Bissau; PLANO E Procurar a todo o custo que a candidatura de Malam Bacai Sanhá garanta a vitória na primeira volta, colocando não somente todos os meios e recursos financeiros disponíveis do Estado em seu favor, mas também os recursos financeiros postos à disposição pelas autoridades angolanas e sectores ligados a classe política e empresarial portuguesa; Obs.: Este plano falhou. Carlos Gomes não consegue esconder o seu desapontamento e, nas suas aparições públicas, ao mesmo tempo que evocava o seu PLANO D, acusava o Supremo Tribunal de Justiça de "traição". De repente, viu-se na contingência de ter de enfrentar Nino Vieira, Kumbá Yalá e Francisco Fadul. Mesmo querendo, não podia comprar a consciência destes dois últimos: Kumbá Yalá, pelas razões que são públicas e Francisco Fadul, porque recusou-lhe a possibilidade de participação legítima no Governo (comprando-lhe os deputados e desarticulando-lhe completamente a bancada parlamentar do PUSD), com objectivos de desequilibrar a seu favor o parlamento); Fragilizado, Carlos Gomes acciona então o plano seguinte, não sem antes “garantir” que nunca coabitaria com Nino Vieira, a quem acusou de “traidor” e de “bandido”; PLANO F - Viagens relâmpagos a Angola, Portugal e França em desesperada busca de apoios, financeiros incluído, para fazer face aos meios da candidatura de Nino Vieira; - Tentar conseguir do Presidente da CNE uma cumplicidade para que Nino perdesse, com ou sem fraude; - Em caso de derrota, criar uma situação insustentável com manifestações ininterruptas, procurando produzir efeitos comparáveis à «revolução laranja» da Ucrânia; - Tentar obter a completa neutralidade das Forças Armadas para que possa livremente utilizar as forças policiais( ou abster-se de usa-las) para exercer junto da CNE e do seu Presidente uma constante pressão e ameaça, com o fim de criar neles o ambiente de medo e de insegurança; - Tentar a todo o custo garantir que o Presidente da CNE não divulgue os resultados desfavoráveis à candidatura de Malam Bacai Sanhá; - Procurar encetar uma fraude maciça que seja capaz de transformar a vitória de Nino Vieira numa vitória de Malam Bacai Sanhá; - Em caso de anúncio de vitória de Nino Vieira, interpor de imediato uma reclamação com base na acusação de haver mais votos que votantes. Obs.: Excepto os significativos reforços de meios financeiros que Carlos Gomes conseguiu, todos os outros elementos deste PLANO falharam. Ninguém acreditou nele quando disse que Nino Vieira estava a distribuir "dinheiro falso"; Malam Bacai perdeu, aliás, Carlos Gomes perdeu. Nino Vieira, segundo os resultados provisórios anunciados, foi proclamado vencedor. Os observadores da União Europeia, da CEDEAO, da União Africana e ainda Joaquim Chissano (representante especial de Kofi Anan), consideraram as eleições de “livres, justas e transparentes”. Portugal saudou o Nino Vieira na qualidade de candidato vencedor ( o que é o mesmo que reconhecer) e Malam Bacai Sanhá, na qualidade de candidato derrotado. Carlos Gomes não conseguiu nem garantir a neutralidade positiva das Forças Armadas nem gerar um clima de "descontentamento generalizado" com a vitória de Nino Vieira. Da reclamação apresentada, apenas apurou-se que houve dois votos que não foram contabilizados, o que em nada altera os resultados provisórios. Os resultados eleitorais da segunda volta apanharam Carlos Gomes de surpresa, pelo que teve que utilizar então o seguinte PLANO de EMERGÊNCIA; PLANO G - Retardar o máximo a publicação definitiva dos resultados (mesmo que violando a lei), com vista a criar-se a sensação de que o país se encontra num impasse, fictício, é claro; - Procurar apoios em material bélico para uma eventual necessidade de recurso às armas; - Exigir a recontagem da totalidade dos votos de todas as Assembleias de voto; - Introduzir acusações de utilização de boletins falsos e introduzi-los nas urnas (muito provavelmente mandados imprimir numa qualquer gráfica pelos próprios e induzidos nas urnas que se encontram já no poder do Governo); - Criar uma situação de suspeição tal susceptível de baralhar até a comunidade internacional; - Tentar convencer a comunidade internacional da existência de “uma fraude maciça”; - Declarar perante a comunidade internacional um falso Golpe de Estado, para que o Governo possa convidar outros Governos a intervirem militarmente para repor a legalidade constitucional; - Tentar que a CNE declare esta eleições nulas, para que Henrique Rosa, um acólito de Carlos Gomes, possa permanecer mais tempo no poder e assim accionar os mecanismos que permitam a marcação de novas eleições, é claro, depois do Carlos Gomes escolher um “bom” Presidente para a CNE e Malam Bacai Sanhá se recompor desta derrota; Nessas condições, não é de se afastar a forte possibilidade de Carlos Gomes se sentir novamente tentado a aplicar o plano B, ou seja, desembaraçar-se de Malam Bacai Sanhá. Obs.: Por tudo quanto foi dito, fica claro que é quase impossível a coabitação de Nino Vieira e Carlos Gomes, apesar deste já ter dado o dito por não dito. Impossível porque Carlos Gomes não o quer verdadeiramente e tudo leva a crer que nunca o aceitará. Impossível também porque Nino Vieira não poderá exercer as funções de Chefe de Estado com um Primeiro-Ministro que, para lá do exercício salutar do combate político, ultrapassou todos os limites do razoável. É verdade que O PLANO DE EMERGÊNCIA (O PLANO G) de Carlos Gomes coloca o país numa situação periclitante, mas tudo indica que Carlos Gomes irá uma vez mais perder, na medida em que os elementos constantes do PLANO DE EMERGÊNCIA não impedirão Nino Vieira de ser confirmado pela CNE como o próximo Presidente da República. Violado que foi o prazo de publicação definitiva dos resultados eleitorais, comprovado que foi que foi a não existência de nenhumas “fraudes maciças”, resta ao Carlos Gomes como último recurso o accionamento de uma situação de guerra, que nem as Forças Armadas e nem a comunidade internacional caucionam, pelo que o seu accionamento só pode ter efeitos contra o próprio Carlos Gomes e os seus acólitos que, com posturas claramente antidemocráticas, continuam perigosamente a “brincar com o fogo”, claro está, para depois virem desavergonhadamente dizer que foi Nino Vieira quem atiçou fogo à labareda. Helder Proença
Cajapan   sidney   Australia   20/05/2005 15:45:13
kumba nunca mais
kumba Ialá nunca mais. Votei nele na última eleição mas passando pouco tempo fiquei profundamente arrependido, contribui muito para sua mediocridade até 2003 e o que está fazer hoje. Este homem está doente. Precisa de tratar-se. Eu não culpo o povo balanta, pois mesmo não sendo da etnia balanta, conheço muito bem esse povo muito social. O kumba está aproveitar-se de alguma coisa para criar um caos na guiné. O povo está farto disso. Se kumba tem bons amigos, então, é momento de pedi-los os bons conselhos. Estamos fartos, fartos e fartos. O kumba já deu provas da sua imaturidade política e sentido democrático. Não é esse homem que o povo da guiné quer agora. O povo da guiné quer o homem de paz e não de caos.
Cajapan   Sidney   Guinea-Bissau   20/05/2005 15:41:39
kumba nunca mais
kumba Ialá nunca mais. Votei nele na última eleição mas passando pouco tempo fiquei profundamente arrependido, contribui muito para sua mediocridade até 2003 e o que está fazer hoje. Este homem está doente. Precisa de tratar-se. Eu não culpo o povo balanta, pois mesmo não sendo da etnia balanta, conheço muito bem esse povo muito social. O kumba está aproveitar-se de alguma coisa para criar um caos na guiné. O povo está farto disso. Se kumba tem bons amigos, então, é momento de pedi-los os bons conselhos. Estamos fartos, fartos e fartos. O kumba já deu provas da sua imaturidade política e sentido democrático. Não é esse homem que o povo da guiné quer agora. O povo da guiné quer o homem de paz e não de caos.
darwin   bissau   Guinea-Bissau   25/04/2005 1:20:17
autor do tema...
temas estupidos...como todos sabem sempre tem inteligentes e burros e nao tem como nao misturarmos, quem sabe se o Adolf Hitler tivesse conseguidos os objetivos dele. é bom nao generalizar-mos as coisas, kumba yala é uma pessoa e Balanta é uma etnia, ou seja, conjunto de pessoas com mesmas crenças. nao entendo porque odiar essa etnia? se foi um das etnia que teve mais perdas durante a luta de libertação. entao vamos ser um pouco menos burro
anonimo   USA   Guinea-Bissau   18/04/2005 14:08:54
Buddy pack your stuff and move on...you're done, we dont want you anymore.
Meu caro amigo Guine' sem Cumba e' um paraiso.....! Queira Deus que ele se desapareca duma vez para sempre na vida politica do nossa Giune'.Segundo as ultimas ele ja' se candidatou mas estamos com olhos abertos..Vamos todos as urnas exercer o nosso direito votando "NO MORE"a um destruidor duma sociedade que nunca foi destiguida pela etnia,cor etc etc. GET a job MR. Cumba because you're DONE!
 

Guine-Bissau.com - marca registrada.
Não se autoriza a utilização dos nossos conteúdos sem prévio acordo.
BISSAU - GUINÉ-BISSAU
EDITORIAL
  LIBERDADE DE EXPRESSÃO !!
>> ELEIÇÕES 2008
>> ELEIÇÕES 2004
>> OPINIÃO
>> ANÚNCIOS
>> CORRUPÇÃO
>>  AJUDAS INTERNACIONAIS
>>  DOSSIERS
 Arduinna.org